Arquivo da tag: indagações

Noite sem luar

Noite_fria_para_uma_despedida

 

 

Olho para longe

O mais longe que posso alcançar

E vejo tudo se desintegrando

Parte por parte, até perto chegar

 

Medo, medo

Sinto como brisa me tocar

O barulho, o furor

Como uma tempestade numa noite sem luar

 

Começa a chover

Os meus olhos a embargar

O nó na garganta

Sinto tudo desmoronar

 

Mil pensamentos

Ouço aqui dentro ecoar

Perguntas, e questionamentos

Nada parece se encaixar

 

Eu aprendi

Que a noite é dura

Quando você não tem pra quem telefonar

 

Eu aprendi

Que quem te chama de amigo

É o primeiro a não se importar

 

A vida é mais que rimas

Mais que palavras

E o silêncio no olhar

 

O que eu sinto, aqui dentro

Levo comigo, não vai passar.